Renato Russomano é sinônimo de experiência na Apan Eleva Blu

Publicado em: 14 DE OUTUBRO

Renato Russomano é sinônimo de experiência na Apan Eleva Blu
Renato Russomanno reforça a Apan Eleva Blu (Créditos: Raphael Moser/Apan/Informe Comunicação)

De volta à elite do voleibol brasileiro desde a temporada passada, a Apan Eleva Blu (SC) encerrou a Superliga Banco do Brasil masculina de vôlei 19/20 entre os oito melhores times do país. Com a ambição de conquistar posições ainda mais altas, a equipe catarinense trouxe mais experiência para o elenco ao contratar o ponteiro Renato Russomano para a temporada 20/21. E o primeiro desafio do grupo já acontece na próxima semana com a disputa do Troféu Super Vôlei Banco do Brasil, entre os dias 21 e 24 de outubro, na Arena Minas, em Belo Horizonte (MG).

Depois de uma passagem pela Itália, interrompida por uma grave lesão no ligamento cruzado do joelho esquerdo, Renato finaliza a recuperação já de olho nas competições que estão por vir nesta temporada 2020/2021. O ponteiro falou sobre a satisfação de poder voltar às quadras após oito meses longe das disputas.

“Me sinto muito contente em estar no processo final de recuperação, depois de quase oito meses depois da lesão. Foi um período de muita dedicação, alguns altos e baixos. Foi uma lesão bem chata de tratar, o processo é devagar. Agora estou bem perto de retornar às quadras e ajudar a minha equipe, e não vejo a hora de voltar a jogar”, contou Renato.

Para o atleta, retornar a uma equipe de Santa Catarina é um dos motivos que o incentivou a jogar na Apan Eleva Blu. Com passagem marcante pelo Cimed Florianóplis (SC) por cinco temporadas, Renato tem identificação com o estado e se mostrou satisfeito com a nova chance de jogar na região.

“Estou muito contente em retornar a uma equipe catarinense. Tive um momento muito importante em minha carreira jogando em Florianópolis, foi quando ganhei todos os títulos possíveis. Naquela época joguei muito contra o time de Blumenau, por isso é uma alegria enorme agora estar deste lado. O projeto aqui é muito interessante, me agrada, a cidade é incrível, e é uma região com tradição no voleibol. Santa Catarina é um estado que valoriza muito a nossa modalidade”, comentou o ponteiro.

Aos 37 anos, Renato chega com a responsabilidade de ser um dos líderes da equipe. O atleta tem no currículo passagens por grandes times do Brasil e da Itália, e leva experiência para o time de Blumenau. O jogador diz estar preparado para assumir este papel.

“Encaro de forma tranquila o fato de ser um dos mais experientes do time. Ter um papel de liderança não me atrapalha em nada, quero ajudar em tudo que puder. Quero repassar aos atletas algumas coisas que já passei, dicas do que pode funcionar em quadra. Não medirei esforços para ajudar, para colaborar na liderança ao lado do Evandro (levantador). Fazer o melhor para a equipe dentro e fora de quadra”, declarou Renato.

A uma semana da estreia do Apan Eleva Blu no Troféu Super Vôlei Banco do Brasil, Renato comentou sobre a expectativa de retornar às competições oficiais. Na próxima quarta-feira (21.10), a equipe catarinense enfrenta o Sesi-SP às 19h. O ponteiro espera um bom desempenho contra os rivais paulistas.

“Depois de muito tempo vamos retornar aos jogos oficiais. Nós fizemos dois amistosos, mas a adrenalina é outra. A nossa expectativa é muito boa para este retorno, voltar a competir. O campeonato é de tiro curto, e sabemos que ainda não estamos no melhor momento em razão da pausa da pandemia. Temos feito treinos muito bons e tenho certeza de que vamos fazer um jogo equilibrado, apesar de o time do Sesi já ter mais jogos na temporada e está com mais ritmo. Estou confiante com o nosso bom desempenho”, avaliou Renato.

O Troféu Super Vôlei Banco do Brasil foi criado para suprir a não realização do playoff da Superliga Banco do Brasil 19/20, que foi cancelado em razão da pandemia do COVID-19. No masculino participarão EMS Taubaté Funvic (SP), Sada Cruzeiro (SP), Sesi-SP, Vôlei Renata (SP), Minas Tênis Clube (MG), Apan Eleva Blu (SC), Vôlei UM Itapetininga (SP) e Pacaembu Ribeirão (SP).

Na competição, as equipes se enfrentarão em cruzamento olímpico (1º x 8º, 2º x 7º, 3º x 6 e 4º x 5º) baseado na classificação final da fase regular da Superliga Banco do Brasil 19/20. A decisão do masculino acontecerá no dia 24 de outubro, já a do feminino será no dia 31 do mesmo mês.

TABELA DO TORNEIO SUPER VÔLEI BANCO DO BRASIL

MASCULINO

QUARTAS DE FINAL 

21.10 (QUARTA-FEIRA) – Sesi-SP (3º) x Apan Eleva Blu (SC) (6º), às 19h, na Arena Minas, em Belo Horizonte (MG) – SporTV – Jogo 1

21.10 (QUARTA-FEIRA) – EMS Taubaté Funvic (SP) (1º) x Pacaembu Ribeirão (SP) (8º), às 21h30, na Arena Minas, em Belo Horizonte (MG) – SporTV – Jogo 2

22.10 (QUINTA-FEIRA) – Vôlei Renata (SP) (4º) x Minas Tênis Clube (MG) (5º), às 19h, na Arena Minas, em Belo Horizonte (MG) – SporTV – Jogo 3  

22.10 (QUINTA-FEIRA) – Sada Cruzeiro (2º) x Vôlei UM Itapetininga (7º), às 21h30, na Arena Minas, em Belo Horizonte (MG) – SporTV - Jogo 4

O Banco do Brasil é o patrocinador oficial do voleibol brasileiro


Banco do Brasil

PATROCINADOR OFICIAL

Parceiros Oficiais